Lula cai e empata com Bolsonaro em 21% no voto espontâneo, diz BTG Pactual

O 1º levantamento de intenção de voto do banco BTG Pactual, realizado pela FSB Pesquisa, após o início da propaganda eleitoral na TV e no rádio indica uma queda acima da margem de erro no percentual de intenção de votos do ex-presidente Lula no cenário espontâneo, em que não são apresentados os nomes dos candidatos.

O resultado é 1 empate com o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, ambos com 21%. No mesmo cenário da pesquisa BTG/FSB realizada há uma semana, Lula tinha 26% e Bolsonaro, 19%.

Os outros candidatos aparecem todos empatados na margem de erro, com menos de 5%.

O levantamento da FSB Pesquisa, contratado pelo BTG Pactual, ouviu 2.000 pessoas em 27 unidades federativas nos dias 1º e 2 de setembro. A margem de erro é de 2,0 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. O registro no TSE é BR-01057/2018.

A curva completa de evolução dos candidatos, em todos os tipos de cenário, pode ser analisada no agregador de pesquisas do Poder360. Saiba como usar a ferramenta.

© Sérgio Lima
Lula lidera pesquisa estimulada

Já no cenário em que os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados, Lula se mantém isolado na liderança.

Na pesquisa estimulada feita nos dias 25 e 26 de agosto, Lula tinha 35% e Bolsonaro 22%. Agora, na realizada em 1º e 2 de setembro, Lula registra 37% das intenções de voto contra os mesmos 22% do militar. Eis uma comparação dos 2 resultados:

No cenário com Haddad como candidato petista, Bolsonaro lidera com 26%, bem à frente de Ciro Gomes (PDT), que tem 12%, Marina Silva (Rede), com 11% e Geraldo Alckmin (PSDB), com 8%. Fernando Haddad pontua apenas 6%.

Nos 2 cenários, o tucano Geraldo Alckmin aparece empatado na margem de erro com outros candidatos em 3º lugar. Pontua de 6% a 8%, sem apresentar crescimento nos primeiros dias da campanha eleitoral.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.