Marido é assassinado, mulher é ferida e suspeito é morto em confronto com a polícia em MT

Duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas na noite dessa segunda-feira (13) no Bairro Jardim Potiguar, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. A situação ocorreu quando dois homens atiraram contra um casal e entraram em confronto com policiais militares em seguida.

Dois homens atiraram contra um casal e entraram em confronto com
policiais militares em Várzea Grande (Foto: Polícia Militar de MT)
Uma mulher, identificada como Elza das Dores Mota, de 41 anos, ficou ferida. O marido dela foi assassinado pelos suspeitos. Um dos homens que atirou contra o casal foi morto no confronto com a polícia. Um policial também acabou baleado.

Em um primeiro momento, a polícia foi informada sobre um homicídio em um barraco, na Rua Santa Helena, no Bairro Jardim Potiguar. O local seria um ponto de venda de droga.

O homem foi encontrado já sem vida deitado em uma casa. Elza estava sentada em uma cadeira, ferida na perna.

Ela explicou aos policiais que dois homens chegaram até o local e dispararam contra eles. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou o óbito da primeira vítima e encaminhou a mulher ao Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG).

Confronto

Momentos após o homicídio, a PM localizou os suspeitos no mesmo bairro no carro citado pela vítima. O passageiro do automóvel disparou contra os policiais e houve confronto.

Um policial foi baleado na mão esquerda e teve o dedo polegar arrancado. O assaltante que atirou acabou atingido por disparos. Outra viatura da PM chegou ao local e abordou o segundo assaltante, que também foi baleado.

Duas armas que estavam com os suspeitos foram apreendidas
(Foto: Polícia Militar de MT)
O policial e os dois suspeitos foram socorridos ao PSMVG. O militar foi submetido a um procedimento cirúrgico e está fora de risco. O suspeito, identificado como Huemerson Viana dos Reis, de 26 anos, morreu durante o socorro.

O segundo suspeito, Vancley dos Santos e Silva, de 18 anos, está internado.

Duas armas que estavam com os suspeitos foram entregues à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que deve apurar as duas situações.

Conforme a polícia, Huemerson tinha 11 antecedentes criminais. Vancley tem 14 registros criminais.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.