Mães reclamam da demora para receber auxílio-maternidade do INSS em MT


Mulheres que tiveram filhos recentemente reclamam que não estão conseguindo receber o auxílio-maternidade, devido à demora da aprovação no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Em Mato Grosso, 974 pessoas recebem o auxílio, no valor mensal de R$ 897 mil.

A mãe de Rafael de três meses, Djeniffer de Brito Moreira, que está desempregada, explicou que trabalhou com carteira assinada e teria direito ao auxílio-maternindade concedido pelo INSS.

Ela já deu entrada no processo, porém, ainda não tem previsão de quando vai receber as quatro parcelas.

"Eles me informaram que eu teria 30 dias para ter uma resposta do INSS, porém, eles apenas informam que o salário não saiu", disse.

O INSS informou que o benefício de Djeniffer foi aprovado e deve ser depositado na próxima folha de pagamento.

Este benefício é concedido às mães durante o período de afastamento após o nascimento ou a adoção de uma criança.

Apesar de ser conhecido por contemplar quem trabalha com carteira assinada, as seguradas desempregadas também têm esse direito, assim como as autônomas que contribuem para a Previdência Social, incluindo as microempreendedoras individuais.

O benefício que a mãe irá receber resulta da média de suas últimas 12 contribuições, sendo que o valor não pode ultrapassar o teto do INSS, de R$ 5,6 mil.

Benedita que também está desempregada é mãe de Davi que tem dois meses.

Além dele, a mãe tem uma filha de 14 anos e um filho de seis anos. Ela conta que pediu o benefício logo após o nascimento do filho mais novo.

"Eu achei que seria mais rápido, mas até agora não temos nenhuma informação", contou.

De acordo com o INSS, o benefício de Benedita está em fase de análise e deve ser aprovado nos próximos dias. Cerca de 974 pessoas em Mato Grosso, recebem o auxílio maternidade. O INSS gasta em média R$ 897 mil por mês, com pagamento dos salários.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.