Defesa zerada vira trunfo do Palmeiras em sequência de decisões

Se não sofrer gols nos próximos jogos, o Palmeiras pelo menos se mantém no G-6 do Campeonato Brasileiro, avança para as quartas de final da Libertadores e no mínimo leva a decisão por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil para os pênaltis. Pelo retrospecto recente da equipe de Felipão, isso não é tão difícil de ocorrer.

A vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, no último domingo, fez o Verdão completar uma série de cinco partidas sem sofrer gol. O feito igualou a marca alcançada pelo time de Roger Machado em março, quando os palmeirenses não foram vazados nas partidas contra São Paulo, Ituano, Novorizontino (ida e volta) e Santos, ainda pelo Campeonato Paulista.

A atual sequência invicta marca o período de troca de comando da equipe. Wesley Carvalho esteve no banco contra o Paraná (3 x 0), enquanto Paulo Turra dirigiu o Verdão contra o Bahia (0 x 0), em Salvador. Felipão estreou contra o América-MG (0 x 0) e depois venceu Cerro Porteño (2 x 0) e Vasco (1 x 0).

Além de não sofrer gol, o Verdão viu todo o seu sistema defensivo se fortalecer. Isso porque Felipão optou por dar descanso a Edu Dracena e Antônio Carlos, rodar o elenco e utilizar mais peças nos jogos do Brasileirão. Luan, por exemplo, entrou em campo duas vezes e foi elogiado - antes disso sele só havia atuado sete vezes no ano -, enquanto Gustavo Gómez fez sua estreia.

Na próxima quinta-feira, contra o Bahia, o Palmeiras pode igualar marca de 2008, quando na ocasião ficou seis partidas consecutivas sem sofrer gols. Depois do empate em 0 a 0 em Salvador, quem vencer avança para a semifinal da Copa do Brasil - uma nova igualdade leva a decisão para as cobranças de pênaltis.

FOTO: CESAR GRECO
FONTE: G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.