Polícia Civil fecha mais uma central do jogo do bicho em Cuiabá

A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil, fechou mais uma central do jogo do bicho na tarde dessa quinta-feira (12) em Cuiabá. É o terceiro flagrante do gênero somente nesta semana em Mato Grosso.

Doze máquinas eletrônicas de apostas foram apreendidas
(Foto: PJC)
De acordo com a assessoria da PJC, uma casa no bairro Campos Elísios abrigava uma vasta quantidade de material para a realização de apostas. Duas pessoas foram conduzidas à delegacia para responder a Termo Circunstanciado de Ocorrência por contravenção penal.

Doze máquinas eletrônicas de apostas foram apreendidas, além de várias bobinas e tabelas com bichos e seus números. O material estava com os suspeitos A.C.S., de 41 anos, apontado como o responsável pelo ponto, e A.C., 32 anos, que também foi autuado por tráfico de drogas. Ele tinha vários papelotes de entorpecente.

Na terça-feira (10), os policiais desativaram três pontos na região central, com apreensão de 49 máquinas de apostas. Em apenas um ponto, no bairro Dom Aquino, foram encontrada 48 máquinas, além de cadernos de resultados, anotações, talões de aposta, dinheiro, livro Guia dos Sonhos e Almanaque Astral, tabelas de jogos, entre outros.

Nesse trabalho, quatro pessoas foram conduzidas e responderam termo circunstanciado de ocorrência de contravenção penal do jogo do bicho. A ação teve a participação da 2ª Delegacia de Polícia.

"A apreensão mostra que o jogo do bicho permanece atuando em Mato Grosso, ainda que timidamente, mesmo após a prisão do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, que comandou a atividade por décadas no Estado", avaliou a PJC, em nota.

Interior 

Outra apreensão foi realizada na quarta-feira (11) em Barra do Bugres (a 169 km de Cuiabá). A polícia encontrou 50 cartelas do jogo e máquinas que imprimiam as apostas com dois homens identificados pelas iniciais J.M.S.J., de 32 anos, e J.F.A., de 48.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.