Homem tenta subornar a polícia dizendo ser filho de presidente de Câmara


Um homem, identificado como Welhisson Caique Zarck Gusmão, foi detido na noite do último sábado (28), em Acorizal (70km de Cuiabá), por volta das 23h20, por porte ilegal de arma de fogo e corrupção ativa. Ele tentou subornar os policiais dizendo ser filho do presidente da Câmara de Vereadores da cidade.

De acordo com o Boletim de Ocorrências nº 2018.236925, o fato aconteceu no Distrito de Baús. A Polícia fazia patrulhamento no local, quando avistou dois homens em uma motocicleta, sendo que o que estava na garupa não usava capacete. Ao avistar a PM, eles fugiram em alta velocidade e iniciou-se uma perseguição.

Em dado momento, o garupa pulou da motocicleta em movimento, e correu em direção a um matagal. O motociclista logo perdeu o controle e caiu. A polícia conseguiu fazer a abordagem, e o suspeito afirmou que havia uma arma de fogo no baú da moto.

O suspeito também disse para os policiais que seria melhor ‘resolver por ali mesmo’, oferecendo para que eles ficassem com a arma e que, se fosse preciso, conseguiria mais dinheiro ‘porque seu pai é presidente da Câmara de Acorizal’.

 Ele foi encaminhado à Central de Flagrantes algemado, por receio de fuga. A arma, um revólver 38 Taurus, e 5 munições .38 foram apreendidos.

A reportagem tentou contato com o presidente da Câmara de Acorizal, Wellington Marques Gusmão, mas não obteve sucesso.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.