Mulher é ameaçada de morte, mata marido com facão e se entrega à polícia em MT

Um homem foi assassinado pela mulher dele nesse sábado (2) em uma fazenda em Querência, a 912 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, Aparecido Rosa, de 63 anos, foi morto com golpes de facão por Adenizi Margareti Tavares Rosa, de 58 anos.

Facão encontrado ao lado da cama onde a mulher matou o marido
 em Querência (Foto: Polícia Militar de MT)
Adenizi foi detida e afirmou que sofreu ameaças de morte pelo marido. Ela foi ouvida e liberada da delegacia da Polícia Civil.

De acordo com a PM, o crime ocorreu no final da tarde de sábado, na propriedade rural da família, a 52 km de Querência.

A própria mulher procurou a central de atendimento da polícia, acompanhada do filho, e revelou o crime.

Ela disse que Aparecido estava com muitos ciúmes, principalmente do filho deles. Durante a ida até a fazenda, ela contou que sofreu ameaças de morte e xingamentos por parte do marido.

Quando chegaram na fazenda, Aparecido teria pego uma faca e ameaçado a mulher, chamando de ‘vagabunda’ e que iria matá-la, demonstrando nervosismo a todo momento.

Em seguida, o marido deitou na cama de um quarto e dormiu. Nesse momento, Adenizi afirmou aos policiais que pegou um facão e deu golpes no pescoço do marido. Ela falou à PM que sofria ameaças psicológicas e físicas há muitos anos e que o marido era ciumento.

Em 2016, ainda conforme a suspeita, foi agredida fisicamente por Aparecido, que a derrubou com chutes e socos. Adenizi não registrou queixa contra ele, naquela época, por medo.

A Perícia Técnica Oficial (Politec) foi chamada e constatou que Aparecido foi morto enquanto dormia com três golpes de facão no pescoço.

Ainda de acordo com a PM, Adenizi foi detida e liberada ainda durante a madrugada deste domingo (3). Inicialmente, ela deve responder pelo crime em liberdade.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.