Ladrão morto em troca de tiros com a PM em Nova Mutum foi condenado por assalto


Ele foi posto em liberdade em setembro de 2016 e estava morando em Nova Mutum.

O processo tramitou na Vara Única da comarca de Rosário Oeste (104 quilômetros de Cuiabá). De acordo com o documento, o acusado, de 24 anos, que morreu na troca de tiros com policiais, na tentativa frustrada de assalto em uma residência, na última segunda-feira à noite, no bairro Aeroporto, havia sido condenado há um ano e oito meses por influenciar dois adolescentes a roubarem R$ 4,3 mil de um homem, no momento em que ele fazia um depósito bancário, em uma cooperativa de crédito, em janeiro de 2014. Ele foi posto em liberdade em setembro de 2016 e estava morando em Nova Mutum.

Consta no processo que o condenado junto com outros dois comparsas e dois adolescentes, mediante violência e grave ameaça com um revólver calibre 38, subtraíram aproximadamente R$ 211, bem como o valor de R$ 4,3 mil que seriam depositados. A vítima testemunhou que foi surpreendida por um dos acusados e os adolescentes que mandaram que entregasse o envelope e determinaram ainda que ajoelhasse, não olhasse para trás e não saísse do local, caso contrário atirariam.

O assaltante, de 24 anos e o comparsa, de 20, foram flagrados por policiais militares da Força Tática subindo uma escada para entrar no imóvel de um empresário, em Nova Mutum. Durante a abordagem, correram e se esconderam em uma casa, em construção, onde ocorreu o confronto. Os acusados chegaram a ser socorridos, mas morreram no hospital.

“A equipe estava fazendo o patrulhamento quando visualizou três indivíduos em atitude suspeita entrando em uma construção, que dá acesso a casa de um empresário. Quando eles viram os policiais acabaram correndo para tentar se dispersar. Um deles conseguiu fugir e os outros dois se esconderam na construção. Fizemos o cerco e entramos. Eles estavam armados, atiraram contra os policiais, ocorreu a reação e foram atingidos. Foram socorridos, mas morreram no hospital”, explicou um tenente da PM, em entrevista, ao Só Notícias.

Ainda segundo o policial, com os acusados foram apreendidos dois revólveres calibres 38. “Eles atiraram com essas armas contra os policiais e estava com várias munições. Ambos já possuem passagens por crimes aqui em Nova Mutum".

Em maio, um empresário em Nova Mutum reagiu quando ladrão invadiu sua empresa, armado, atirou nele que acabou morrendo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.