Flamengo confia no retorno de Guerrero após a disputa da Copa do Mundo

Rio - Liberado para jogar a Copa do Mundo da Rússia, o atacante Paolo Guerrero terá seu contrato reativado com o Flamengo. Ao analisar a liminar concedida pela Justiça da Suíça, o departamento jurídico do clube concluiu que todos os efeitos da decisão da Corte Arbitral do Esporte (CAS) estão suspensos, ou seja, o peruano também estaria liberado para atuar pelo Rubro-Negro, apesar de estar à disposição da seleção peruana.

Na seleção peruana, Guerrero tem contrato até agosto com o Flamengo - AFP
Com contrato até o fim de agosto, Guerrero poderá reforçar o time de Mauricio Barbieri após o Mundial. Ainda assim, sua permanência na Gávea é considerada difícil, já que as exigências dos representantes pela renovação do jogador são consideradas altas pela diretoria. Além disso, a relação com o atacante se desgastou muito quando seu contrato foi suspenso pela segunda vez, após o anúncio da punição de 14 meses.

NEGOCIAÇÃO COM LOVE ESFRIA

A saída de Felipe Vizeu para a Udinese, da Itália, após a Copa do Mundo, aliada à difícil permanência de Guerrero, faz o Flamengo ir ao mercado em busca de um centroavante. O primeiro alvo foi Vágner Love, atualmente no Besiktas, da Turquia, mas os valores inicialmente ouvidos afastaram as chances de que o atacante fosse repatriado.

Diante do recuo na negociação com ex-rubro-negro, a diretoria deve analisar novos nomes para a posição. No atual elenco, Henrique Dourado, contratado ao Fluminense no início do ano, ainda não engrenou. Lincoln e Vitor Gabriel, formados na base do clube, são considerados jovens demais para assumir a titularidade do time.

A chegada de um jogador de lado de campo para repor a perda de Everton, que foi para São Paulo, e a possível saída de Vinicius Junior também é prioridade. Em entrevista ao site 'Globoesporte.com', o presidente Eduardo Bandeira de Melo confirmou a procura por reforços na próxima janela de transferências, além do temor de perder outros jogadores.

"É uma realidade que a gente não pode fugir. Não só o Flamengo como todos os clubes brasileiros. Mas trabalhamos para continuar com nossos jogadores. Além disso, para suprir as saídas, como de Everton e Felipe Vizeu", disse.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.