Torcedores brasileiros demonstram apatia às vésperas da Copa do Mundo da Rússia


A três semanas do pontapé inicial da Copa do Mundo da Rússia-2018, os torcedores brasileiros demonstram um desinteresse incomum pelo maior evento do futebol mundial. A Seleção se classificou com folga nas eliminatórias e é vista como uma das favoritas para conquistar o sexto título, mas, nas ruas do país, o entusiasmo ainda não apareceu.

Os vendedores de suvenires afirmam que o negócio anda mal das pernas e o fantasma do 7 a 1 ainda assombra a mente da população. Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Paraná, os brasileiros se dizem otimistas com a Copa, que será disputada entre 14 de junho e 15 de julho, na Rússia.

Dois terços acreditam que a seleção é favorita ao título e 35% acham que Neymar será o melhor jogador da Copa, superando os 30% que opinam que este reconhecimento será dado ao português Cristiano Ronaldo.

Sem interesse

O problema, segundo a pesquisa, é que isso parece importar pouco aos brasileiros, já que 66% dos entrevistados afirmaram ter pouco ou nenhum interesse na Copa, enquanto 14,5% não sabem nem onde será disputada a competição.

"Não há o mesmo nível de entusiasmo de antes", admite o motorista Serafim Fernandes, enquanto faz compras no Saara, comércio popular no centro do Rio, repleto de produtos que fazem menção ao futebol. Fernandes, 62 anos, responsabilizou a crise econômica que o país atravessa pela falta de entusiasmo da população, aliada aos escândalos de corrupção que envolvem a elite política do país.

Estraga-prazeres

Há quatro anos, quando o Brasil sediou a Copa do Mundo, a tradição das ruas e paredes pintadas de verde e amarelo tomou conta de todo o país. Hoje, a ausência de decoração das ruas com bandeiras e murais chama a atenção. Na Tijuca, o Alzirão, tradicional ponto de encontro da festa de rua temática da Copa do Mundo, está ameaçado.

Este grande festival é preparado com bastante antecedência e convoca milhares de pessoas. Este ano, perdeu seu patrocinador, a gigante do ramo de bebidas AmBev, e não dá sinais de vida.

"Estamos lutando para viabilizar o evento após a decepcionante atitude da AmBev,", justificaram os organizadores em comunicado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.