Testemunhas dizem que carreta invadiu pista em acidente que matou ex-deputado e motorista

O acidente que matou o ex-deputado estadual Hermínio Jota Barreto (PR), de 69 anos, envolveu 12 veículos na BR-364, em Jaciara, a 145 km de Cuiabá, na noite desta quarta-feira (9).

Veículo em que Hermínio Jota Barreto (PR) ficou completamente destruído (Foto: TV Centro América)
Testemunhas disseram que uma carreta invadiu a pista contrária, perdeu o controle e bateu nos demais veículos, inclusive o do deputado.

Além do ex-parlamentar, o motorista que dirigia o Renegade em que ele estava morreu e outras três vítimas ficaram feridas. O motorista que morreu era cunhado do ex-deputado.

O ex-deputado estadual Hermínio Jota Barreto (PR) morreu no acidente (Foto: Flávio Garcia/ALMT)
De acordo com testemunhas, o trecho estava interditado parcialmente por causa de um caminhão quebrado na rodovia. O motorista de uma carreta invadiu a pista contrária e perdeu o controle, atingindo os outros.

Duas vítimas foram encaminhadas para o Hospital de Jaciara e outras para Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Elas passam bem.

Acidente que matou o ex-deputado estadual Hermínio Jota Barreto (PR), de 69 anos, envolveu 12 veículos na BR-364, em Jaciara (Foto: TV Centro América)
Uma das testemunhas, Eliseu Martins Carvalho, estava com a esposa no carro logo atrás do ex-deputado. O carro de Eliseu foi jogado na ribanceira.

Segundo a perícia, o laudo final sobre o acidente só poderá ser divulgado em, no mínimo, 30 dias.

Carro onde estava o ex-deputado estadual Hermínio Jota Barreto, morto em acidente na BR-364 em Jaciara
 (Foto: Arquivo pessoal)
Por causa do acidente, o trecho ficou interditado por cerca de 8 horas, até que todo o material espalhado pela pista fosse retirado. O veículo em que o ex-deputado estava ficou completamente destruído.

Os corpos das vítimas foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) e liberados em seguida. A estimativa é de que o velório ocorra na Câmara de Vereadores de Rondonópolis.

Jota Barreto

Jota Barreto morava em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, e ingressou na política como vereador desse município. No final da década de 80, foi eleito prefeito da cidade e permaneceu na função por quatro anos. Voltou ao Legislativo municipal anos depois, até que assumiu vaga na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em 2010. O mandato foi até 2014.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.