Professores em greve terão o ponto cortado, diz prefeitura de Nobres

A Secretaria Municipal  Educação de Nobres informou nesta quinta-feira (17) que vai "cortar o ponto dos servidores faltosos que aderiram a greve iniciada no dia 11.

O Sindicato estadual dos profissionais de educação, subsede de Nobres  (Sintep-MT) cobra reajuste de 6.08%, a prefeitura propôs 2.07%, como não há entendimento e ambas as partes prometem não ceder, a greve não tem previsão de terminar.

O governo afirma ainda que os servidores do município recebem o segundo melhor salário do estado, e que ganham acima do piso. Outra justificativa é que a folha de pagamento da Educação gira em torno de R$ 800 mil, com o restante dos servidores, se houver o aumento exigido pela categoria, a prefeitura ultrapassará os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Foto: SINTEP-MT (ILUSTRAÇÃO)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.