Governo, universidades, escolas, prefeitura e órgãos públicos não funcionam por greve em MT

O governo estadual, escolas estaduais e municipais, prefeitura e demais repartições públicas decretaram ponto facultativo nesta segunda-feira (28) por conta da greve dos caminhoneiros em Mato Grosso, que chega ao oitavo dia.

Governo de Mato Grosso decretou ponto facultativo por conta da greve dos caminhoneiros (Foto: Cristina Mayumi/TVCA)
No domingo (27), o governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), assinou um decreto que suspende o expediente de servidores e aulas estaduais nesta segunda-feira (28).

A medida foi tomada por causa da greve dos caminhoneiros, que causou o desabastecimento em postos de gasolina e supermercados no estado.

Veja os órgãos que decretaram ponto facultativo

Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

A reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) comunicou a suspensão das atividades administrativas e acadêmicas em todos os seus câmpus nesta segunda-feira (28). A decisão foi tomada em virtude dos desdobramentos ocorridos a partir da paralisação dos caminhoneiros, que ocasionaram o desabastecimento de combustível em Mato Grosso e no país.

Tribunal de Justiça de Mato Grosso

Em decorrência da greve geral dos caminhoneiros, o Poder Judiciário de Mato Grosso suspendeu as atividades nesta segunda-feira.

Os prazos processuais, nos processos físicos e eletrônicos, ficam prorrogados para o primeiro dia útil subsequente em todas as unidades judiciárias do estado.

Defensoria Pública

A Defensoria Pública suspendeu o expediente em Cuiabá e Várzea Grande nesta segunda-feira (28/5), onde os trabalhos funcionarão no sistema de plantão, atendendo apenas urgência e emergência, em casos de saúde e prisão.

A decisão foi tomada em decorrência da falta de abastecimento de combustível e outros, ocasionado pela greve dos caminhoneiros, em todo o país.

Nas comarcas do interior, a defensoria deixará a cargo dos coordenadores de núcleos a decisão de suspender o expediente, de acordo com a realidade vivida pela população da cidade.

Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT)

O Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), campus Cuiabá Cel Otctayde Jorge da Silva, decretou ponto facultativo na unidade da capital.

Prefeitura de Cuiabá

Em razão da greve geral dos caminhoneiros, a Prefeitura de Cuiabá também decretou ponto facultativo nesta segunda-feira.

Os serviços essenciais como: coleta de lixo, manutenção de distribuição de água, defesa civil, fiscalização e orientação do trânsito serão mantidos. Na saúde, as unidades de urgência e emergência de pronto atendimento (UPA) das regiões Norte, no bairro Morada do Ouro e Sul, no Pascoal Ramos, policlínicas e Pronto-Socorro também funcionarão regularmente;

Será ponto facultativo também nas unidades escolares da rede municipal de educação.

Ministério Público Estadual

A exemplo do Poder Judiciário de Mato Grosso, o Ministério Público Estadual decidiu suspender o expediente nesta segunda-feira (28), em todas as unidades do estado, em decorrência da greve geral dos caminhoneiros e seus reflexos.

Transporte Coletivo

O transporte coletivo de Cuiabá e Várzea Grande, na região metropolitana da capital, funciona com metade da frota nesta segunda-feira (28) e também na terça-feira (29).

Ministério Público Federal (MPF)

O Ministério Público Federal (MPF) em Mato Grosso decidiu suspender o expediente nas sedes do órgão em Cuiabá, Cáceres, Sinop, Juína e Barra do Garças nesta segunda-feira, até nova deliberação.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.