Mulher é presa ao tentar entrar com 22 chips e porções de maconha em penitenciária

Uma mulher de 20 anos foi presa ao tentar entrar com 22 chips de celular e porções de maconha escondidos nas partes íntimas durante visita na Penitenciária Major Eldo Sá, conhecida como Mata Grande, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, no domingo (5). Valdicleia Oliveira Cardoso foi detida em flagrante e levada para uma delegacia. O G1 não conseguiu localizar a defesa dela.

Mulher foi detida ao tentar entra com droga e chips de celular em penitenciária (Foto: Sejudh-MT/Divulgação)
Os produtos foram encontrados durantes revista de rotina. A mulher foi abordada depois que os agentes perceberam o nervosismo dela. Durante fiscalização utilizando um aparelho de detector de metal, foram encontrados os chips no sutiã.

Ao ser flagrada, ela admitiu que carregava os objetos e alegou que ainda tinha mais produtos escondidos nas partes íntimas.

Valdicleia foi levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para realização de exames médicos e a confirmação de que o entorpecente havia sido retirado em sua totalidade.

À polícia, a jovem informou que levaria droga para o irmão, preso na unidade. Ela contou ainda, que ele venderia o entorpecente no presídio. Além da droga e dos chips, Valdicleia tinha folhas de seda usadas para a confecção de cigarros. Ela deve responder pelo crime de tráfico de droga.

De acordo com a Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh-MT), ao todo 16 mulheres foram detidas durante revistas ao entrar com drogas e materiais ilícitos.

Fonte: G1 MT

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.