Maior garçom do Brasileiro, Bruno Henrique celebra marca e fala de Seleção

Gols, assistências, dribles desconcertantes... A fase de Bruno Henrique no Santos superou todas as expectativas e desconfianças de sua chegada no início do ano. O atacante foi a contratação mais cara do Peixe para a temporada e custou 4 milhões de euros (cerca de R$ 13,5 milhões), mas fez valer seu preço e se tornou o principal jogador do time em 2017.

Além de ser o artilheiro santista do ano, com 16 gols, Bruno Henrique lidera outro quesito: com as duas assistências na partida contra o Atlético-MG, no último sábado, na Vila Belmiro, o camisa 27 se tornou o maior garçom do Campeonato Brasileiro, com 11 passes para gol, superando Gustavo Scarpa, do Fluminense, que tem 10.

– Fico muito feliz de poder ajudar o Santos com as minhas atuações, seja com gols, assistências ou até mesmo com arrancadas. Contra o Atlético-MG fiz mais uma boa partida e espero continuar assim até o final. Atacante é sempre cobrado pelos gols, mas ajudar os companheiros e o clube a alcançar os objetivos é o mais importante. O conjunto é o que vale, e é assim que vamos seguir brigando pelo título brasileiro – disse o atacante do Santos.

Além de comemorar os bons números, Bruno Henrique voltou a reforçar seu desejo de ser convocado para a seleção brasileira pelo técnico Tite, que recentemente disse que o atacante estava em seu radar.

– Vestir a camisa da Seleção é o objetivo de qualquer jogador profissional. Desde criança tenho esse sonho e sinto que estou preparado para essa responsabilidade. O professor Tite está dando oportunidade a diversos atacantes e espero ser lembrado em um futuro próximo. Todos os atacantes convocados têm qualidade e eu tenho a minha também. Vou seguir trabalhando forte aqui no Santos em busca desse objetivo – concluiu.

No Brasileirão, o Santos é o vice-líder da competição, com 56 pontos, a seis do líder Corinthians. A próxima partida do Peixe é contra o Vasco, na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 33ª rodada.

Fonte: G1 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.