Jejum, dietas da moda... existe fórmula para emagrecer?

Qual seria o melhor remédio para emagrecer? Mas será que os remédios que prometem emagrecimento rápido realmente funcionam? E quais seriam seus efeitos colaterais? Muitas pessoas iniciam um programa de emagrecimento por conta própria, e surgem muitas dúvidas e dificuldades nesse processo que quase sempre tem como principal objetivo emagrecer o mais rápido possível. A fim de esclarecer algumas dúvidas que induzem a erros clássicos (como cortar um determinado nutriente) e evitar o insucesso da dieta, seguem algumas informações para se construir uma dieta saudável e eficaz.

Para garantir um corpo em forma e, principalmente, com saúde é preciso adotar hábitos de vida saudáveis, incluindo uma alimentação balanceada, que é aquela que fornece ao organismo todos os nutrientes necessários para garantir seu perfeito funcionamento. Os alimentos são compostos de macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras), fibras e micronutrientes (vitaminas e sais minerais). A quantidade destes elementos varia de acordo com cada alimento, sendo portanto necessário ingerir uma alimentação variada todos os dias, a fim de se obter uma dieta balanceada.

A falta ou excesso de um nutriente provoca um desequilíbrio alimentar, podendo causar danos à saúde. Por isso desconfie de dietas que prometam perdas de peso muito rápidas, que orientem o consumo de um único tipo de nutriente, ou que proíbam o consumo de outro, porque elas podem levar a um ganho de peso posterior, muitas vezes maior do que o peso perdido durante a dieta (efeito rebote).

A restrição da ingestão calórica associada ao aumento do gasto de calorias através da prática de atividades físicas acelera o emagrecimento tornando possível atingir uma perda de peso de 0,5 a 1kg por semana de forma tranquila e saudável. Assim sendo, uma pessoa que gaste, em média, 1800 calorias por dia, pode montar uma dieta de 1500 calorias e aumentar seu gasto calórico em 200 calorias por dia a fim de perder em torno de 1kg de peso a cada 15 dias.

Quer um “remédio para emagrecer”? Feche a boca e corra!


FONTE: GERSELI ANGELI E TURIBIO BARROS

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.