Depois de Iniesta, Barcelona prepara contrato vitalício para Messi

Lionel Messi foi formado na categoria de base do Barcelona e no clube catalão construiu toda a sua carreira, vitoriosa individualmente e coletivamente. Depois de ter firmado um novo vínculo em julho, com validade até 2021, a diretoria não está satisfeita com o reconhecimento dado ao craque argentino e, segundo divulgou o site Mundo Deportivo, irá propor um contrato vitalício ao camisa 10 eleito cinco vezes melhor jogador do mundo.

A ideia não é nova por parte do Barcelona, que se sagrou pioneiro com essa questão no dia 6 de outubro, quando confirmou um contrato “eterno” com outro atleta proveniente das categorias de base, Andrés Iniesta. A iniciativa com Messi, entretanto, também não é nova e apenas completa o que havia sido divulgado no fim do último mês por Óscar Grau, dirigente que propôs essa possibilidade durante uma Assembléia realizada com membros e sócios do clube no dia 21 de outubro.

Segundo o jornal espanhol, a ideia do Barcelona é também evitar mais um caso como o que aconteceu com Neymar. O clube catalão sabe que manter jogadores de alto nível é cada vez mais difícil diante de cifras astronômicas que os times se mostram dispostos a pagar, como foi divulgado alguns rumores de uma possível transferência do argentino para o Manchester City, de Pep Guardiola. Para a cúpula do clube, um contrato vitalício com o que consideram “um dos maiores jogadores da história do Barcelona” é a chave para afastar o atleta do interesse dos outros times.

Mais do que tudo, o contrato sem data de validade é também uma forma de reconhecimento e admiração por parte do clube aos serviços prestados por Messi durante tantos anos. Na atual temporada, o camisa 10 está com mais um início impactante. São 17 jogos e 16 gols marcados, sendo que no Campeonato Espanhol o craque possui mais gols que partidas. Na competição nacional são 11 aparições e 12 tentos.

© Fornecido por Fundação Cásper Líbero
Fonte: GAZETA ESPORTIVA

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.