Cresce diferença entre salários do setor público e privado no Brasil


A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatíca (IBGE), aponta que trabalhadores do setor público ganham 63,8% a mais que os do setor privado. Em média, o servidor público recebe R$ 3.152 por mês.

Em 2015, a diferença era de 59,3%.  O salto é o maior aumento da série história do IBGE, iniciada em 2012.

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, enquanto o salário médio de um servidor público aumentou 1,5% em 2016, em comparação com 2015, o de um trabalhador celetista do setor privado encolheu 1,3%.

Com a crise, ainda houve uma série de demissões, que contribuíram com o cenário.

"A diferença aumentou porque no setor público não há demissões. Já no privado, houve muita demissão, e, quando o setor privado corta, ele começa pelos maiores salários, jogando a média geral para baixo", diz Hélio Zylberztajn, coordenador da pesquisa Salariômetro, da Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (Fipe).

Análise de dados do Ministério do Trabalho, na semana passada, revelou que novos contratados com carteira assinada estão recebendo, em média, 21% menos do que os demitidos na mesma ocupação.

Fonte: Notícias ao Minuto
Tecnologia do Blogger.