PMs fazem treinamento para uso de armas não letais em MT

Com o objetivo de preservar vidas, o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar iniciou o treinamento com o uso de armas não letais, como armas de choque, permitindo que o agressor seja imobilizado sem agressão física. Esse tipo de arma já é utilizado para o controle dos presos nas penitenciárias.


PMs fazem treinamento com armas não letais
 em MT. (Foto: Reprodução/TVCA)
O equipamento foi distribuído pela Secretaria Nacional de Segurança Pública durante o período da Copa do Mundo de 2014.

Mato Grosso recebeu cerca de 700 armas de choque, mas ficaram em manutenção por problemas técnicos. Atualmente, 250 estão sendo utilizadas e foram distribuídas entre as unidades da PM.

O tenente Carlos Manoel Sanches explicou que os policiais atendem diversas pessoas embriagadas no trânsito e que a arma ajuda a mobilizá-las. “Atendemos muitas ocorrências de embriaguez, então com o uso dessa arma é possível evitar a utilização da força, preservando a vida de ambos”, disse.

O manuseio da arma é como se fosse de uma arma de fogo, o que facilita a utilização dos policiais, disse o cabo Fernando Raphael Oliveira. “O formato dela é como se fosse de uma arma de fogo, ela emite choques que incapacitam o agressor”.

Cada disparo da arma de choque tem cinco segundos. Conforme relata o o sargento Ronaldo Campos, a arma irá preservar a vida tanto do policial que está fazendo a abordagem, quanto a vida do agressor. “Vai garantir a segurança do policial e da sociedade, pois uma arma de fogo pode ceifar vidas e a arma de choque pode apenas imobilizar”, disse.

De acordo com o médico neurologista Pedro de Miranda, o choque de apenas alguns segundos é capaz de imobilizar o agressor totalmente. “O choque faz com que os músculos se contraiam e não consiga ser feito o movimento, deixando imobilizado”, explicou.

Fonte: G1 MT

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.