Mãe e filha de MT morrem em acidente aéreo que matou ministro do STF


Duas moradoras da cidade de Juína, identificadas como Maria Hilda Panas e sua filha, Maíra Panas, podem estar entre as vítimas do acidente aéreo que matou o ministro do Superior Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, que caiu na tarde da última quinta-feira (19), no litoral Sul do Rio de Janeiro. No Facebook, uma irmã de Maria Hilda confirmou o fato. Porém, o fato ainda não foi confirmado pelas autoridades.

Na página da jovem Maíra Panas, no Facebook, a tia dela, Rose Panas, confirmou que a sobrinha estava no avião: “Triste realidade. Minha irmã e sobrinha Maíra Panas. Coração partido. Muita Tristeza”, disse a mulher. As duas vítimas seriam moradoras de Juína, no interior de Mato Grosso. A identidade das vítimas ainda não foi oficialmente divulgada pelas autoridades que investigam o caso.

O avião prefixo PR-SOM era um modelo Hawker Beechcraft King Air C90 e pertencia ao grupo Emiliano Empreendimentos. Até a última atualização, os corpos ainda permaneciam submersos. Foi informado que eles só seriam retirados após o içamento da aeronave.

Segundo a assessoria de comunicação da Infraero, a aeronave decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo, com destino a Paraty, e caiu próximo à Ilha Rasa, a 2 km de distância da cabeceira da pista do aeroporto da cidade fluminense. O avião é de pequeno porte e tem capacidade para oito pessoas.

O documento da aeronave estava regular, segundo a Agência Nacional da Aviação Civil (Anac). O certificado era válido até abril de 2022, e inspeção da manutenção (anual) válida até abril de 2017. A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 1º Distrito Naval, informou que tomou conhecimento da queda de uma aeronave na altura da Ilha Rasa por volta das 13h45 desta quinta-feira.

Fonte: Olhar Direto

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.