Mãe dorme enquanto amamenta e mata filho por asfixia

Um bebê de apenas dois meses morreu nesta quarta-feira (25), em Rondonópolis (215 km de Cuiabá), com suspeita de ter sido asfixiado pela mãe enquanto ela dormia.

Este é o segundo caso registrado no Estado em pouco mais de 48 horas.

De acordo com o delegado Edson Arthur, da Polícia Civil de Rondonópolis, a mãe amamentava o menino quando pegou no sono. Ao acordar, na madrugada desta quarta-feira, ela estava sobre a criança, já sem vida.

Após o acidente, a família acionou o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), mas quando a equipe médica chegou ao local, o corpo do bebê já apresentava sinais de rigidez.

Segundo o delegado, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local e constatou que o caso “foi uma fatalidade”.

“Ela [a mãe] está aqui na delegacia para prestar o depoimento, que é de praxe. Mas não temos dúvida de que foi um acidente terrível. Ela está absolutamente desolada. É uma situação muito triste”, lamentou.

De todo modo, o corpo do bebê passará por necropsia no Instituto Médico Legal (IML) e, após liberação do laudo, o caso deverá ser investigado pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

Segundo caso

Na madrugada desta segunda-feira (23), uma bebê, também de dois meses, morreu no Pronto-Socorro de Cuiabá (PSMC) após supostamente ter sido asfixiada pelo pai enquanto dormia.

Segundo informações do Pronto-Socorro de Várzea Grande, onde a criança recebeu os primeiros atendimentos, L.M.M.L. dormia na cama dos pais. A mãe da menina, ao acordar, percebeu que o pai dormia com os braços sobre a filha e que ela não respirava.

Conforme a assessoria do hospital, devido à gravidade do estado de saúde da bebê, ela precisou ser encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do PSMC.

L.M.M.L., que morava com a família no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, acabou não resistindo e faleceu.

Fonte: Mídia News
Tecnologia do Blogger.