Homem morre afogado ao tentar atravessar o Rio Paraguai em Cáceres

Um homem identificado como Gilmar Tomichá da Silva, de 31 anos, morreu afogado nesta quinta-feira (26) ao tentar atravessar o Rio Paraguai, em Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá).

O corpo de Gilmar Tomichá da Silva foi encontrado 40 minutos após o início das buscas (Foto: Cáceres Notícias)
Segundo informações do Corpo de Bombeiros, Gilmar desapareceu por volta das 16h30 em um local conhecido como Praia do Daveron, em uma região de aguapés (plantas aquáticas flutuantes).

“Uma testemunha nos disse que o corpo sumiu no primeiro aguapé lá da praia e nós o localizamos a uns 10 metros desse local”, disse o sargento Alberto, da corporação de Cáceres.

O Corpo de Bombeiros designou dois especialistas nesse tipo de ocorrência e o corpo foi encontrado 40 minutos após o início das buscas.

Conforme o sargento Alberto, nesta época do ano é preciso ter cuidado redobrado devido ao volume de água do Rio Paraguai, que é muito alto.

Familiares da vítima acompanharam as buscas e, segundo informações do site Cáceres Notícias, eles disseram que Gilmar enfrentava problemas com drogas.

Todavia, o pai de Gilmar, João Venâncio, afirmou que no momento do acidente o filho estava sóbrio.

“Ele não tinha bebido, foi uma fatalidade. É triste demais perder um filho desse jeito”, lamentou.

O Corpo de Bombeiros ainda irá apurar as circunstâncias do acidente, mas não descarta a possibilidade de que a vítima tenha consumido bebida alcoólica.

“Ainda não sabemos o que levou ao afogamento, mas um dos indícios é de que ele tenha consumido bebida alcoólica. A imprudência também é um fator relevante, porque as pessoas acham que sabem nadar demais e o que acontece é isso aí”, afirmou o sargento.

Foto: Cáceres Notícias
Fonte: Mídia News
Tecnologia do Blogger.