Franceses revelam interesse em investir mais de R$ 3 bilhões em MT

Mato Grosso está na mira de um grupo de empresários franceses para a realização de investimentos comerciais nas áreas de energia elétrica, farmacêutica, engenharia, nutrição animal e vegetal (fertilizantes). Somente em energia elétrica o investimento previsto é de R$ 3 bilhões em uma hidroelétrica.

O interesse em investir em Mato Grosso foi apresentado por uma comitiva de cinco empresários franceses ao governador Pedro Taques na última quarta-feira, 25 de janeiro. O grupo estava acompanhado do embaixador da França no Brasil, Laurent Bili.

O governador Pedro Taques destacou no encontro as potencialidades do Estado e externou a possibilidade de uma maior aproximação com a França. "Temos certeza que podemos também estreitar as relações comerciais", afirmou Taques.

A comitiva contava entre os empresários com o vice-presidente da EDF Brasil, Yann Des Loungchamps. A empresa já investe em Mato Grosso na Companhia Energética de Sinop (CES), responsável pela construção e exploração da hidroelétrica do município, situada no Rio Teles Pires. A companhia aguarda a concessão de licença ambiental pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) prevista para sair em março.

Segundo Yann Des Loungchamps, o investimento na hidroelétrica é de aproximadamente R$ 3 bilhões. O empreendimento deverá gerar 400 Megawatts.

“Mato Grosso é um Estado que dá muitas oportunidades para as empresas estrangeiras investirem no potencial do Estado. É por isso que a EDF tem decidido voltar ao Brasil, através de Mato Grosso, investindo nessa hidroelétrica, de 400 Megawatts, cerca de R$ 3 bilhões. Estamos hoje em uma fase em que precisamos do apoio das autoridades no âmbito das licenças e nesse aspecto recebemos suporte do governador e sua equipe”, pontuou o vice-presidente da EDF Brasil, Yann Des Loungchamps.

De acordo com o embaixador da França no Brasil, Laurent Bili, a experiência do investimento em Sinop, bem como a atenção que Mato Grosso tem dado para possíveis investidores, "é um incentivo a mais para que outros possam ver que são bem recebidos em Mato Grosso".

Foto: Mayke Toscano/Gcom-MT
Fonte: Olhar Direto
Tecnologia do Blogger.